Amarante


 


   O concelho de Amarante encontra-se delimitado pelo Rio Tâmega e pela Serra do Marão. Pensa-se que a sua origem terá sido na Serra da Aboboreira, devido à existência de uma vasta necrópole megalítica, a única exaustivamente estudada e das maiores que atualmente se conhecem em território português.

 

   Atravessada pelo rio Tâmega e rodeada de Serras, esta bonita cidade exibe com orgulho as suas casas do século XVII, cujas varandas de madeira colorida enfeitam as ruas estreitas, os restaurantes com terraços debruçados sobre o rio ou a bela ponte de São Gonçalo, que conduz ao monumental mosteiro do século XVI com o nome do mesmo santo


   O apelo à comunhão com a natureza convida a atividades de ar livre, onde se pode praticar o montanhismo, a canoagem, a pesca, a caça, o golfe, a escalada e o rafting.


   A diversão não acaba com estas atividades desportivas, no concelho existem diversas festividades ao longo do ano, onde se preservam a genuidade das tradições que já se encontram perdidas em outros cantos do país.

 

   Para os apreciadores de doces conventuais, este concelho é mestre. Com diversidade de escolhas, estes doces nasceram das mãos das monjas de Santa Clara, que aproveitavam os ovos que lhes eram oferecidos pelos devotos.


Do Porto:

 

Na VCI, saia em direção à A3, Braga/Vila Real

 

Faça a ligação com a A4 Vila Real/Valongo

 

Siga sempre pela A4 até encontrar a saída Amarante Este

 

De Lisboa:

 

Siga pela A1 até ao Porto

 

Depois tomar as direções acima descritas.

- Rio Tâmega

- Serra do Marão

- Serra de Aboboreira

- Mosteiro de São Gonçalo, Igreja São Pedro

- Igreja São Domingos

- Museu de Arte Sacra

- Museu Amadeu de Souza-Cardoso

- Biblioteca Albano Sardoeira

- Paisagens Naturais

- Igreja românicas de Gondar, Igreja românicas de Lufrei, Igreja românicas de Jazente, Igreja românicas de Gatão, Igreja românicas de Freixo de Baixo

- Mosteiro de Travanca

- Centro histórico

- Solar dos Magalhães

- Casa da Cerca

- Convento e Igreja de São Gonçalo

- Paços do Concelho de Santa Cruz de Riba Tâmega

- Casa do Oleiro e Museu Rural do Marão

- Igreja da Misericórdia

- Mosteiro de Santa Clara

- Ponte de São Gonçalo

- Ponte do Arquinho

- Mosteiro de S. Martinho de Mancelos

- Ponte de Rua, em Aboadela

- Igreja do Salvador de Real

- Ponte de Rua, em Aboadela

A cozinha é baseada em pratos substanciosos, como o cabrito serrano, a vitela arouquesa e maronesa, as feijoadas, as tripas, o cozido à portuguesa e os célebres bacalhau à Zé da Calçada e bacalhau à Custódia (apesar de este último, que corresponde a uma das muitas formas de cozinhar o bacalhau, ainda presente na gastronomia local, não utilizar essa designação).

Amarante é sem dúvida, uma referência no panorama nacional no que diz respeito à produção de cogumelos e é neste concelho que se encontra sedeada a Associação Portuguesa de cogumelos

 

- Bacalhau assado no forno

- Bacalhau à Zé da Calçada

- Bacalhau à Custódia

- Cabrito assado (serrano)

- Vitela arouquesa

- Vitela maronesa

- Carne Maronesa

- Cogumelos

Doces Conventuais: lérias; foguetes; papos de anjo; brisas do Tâmega

 

 

 

 

 

 

Acesso a Outras Regiões

 

 

 

ANUNCIE O SEU
ESPAÇO

Saiba como podemos encontrar os convidados perfeitos para o seu negócio.